Pesquisar

Justiça Eleitoral intensifica atendimentos em zonas de difícil acesso em Nova Bandeirantes

Justiça Eleitoral intensifica atendimentos em zonas de difícil acesso em Nova Bandeirantes

Mutirão

Justiça Eleitoral intensifica atendimentos em zonas de difícil acesso em Nova Bandeirantes

A ação começará no dia 20 de março, próxima quarta-feira, e encerrará no dia 08 de maio.

Foto: TRE-MT

A Justiça Eleitoral, por meio da 50º Zona Eleitoral, irá intensificar os atendimentos no município de Nova Bandeirantes, em duas localidades de difícil acesso: Distrito de Japuranã e Assentamento de Paraíso do Norte. A ação começará no dia 20 de março, próxima quarta-feira, e encerrará no dia 08 de maio. O objetivo é expandir a coleta biométrica, além de proporcionar a oportunidade para o eleitorado regularizar a situação com a Justiça Eleitoral, antes do fechamento de cadastro.

Os atendimentos começarão pelo Assentamento de Paraíso do Norte, na Escola Municipal Paraíso do Norte, onde a programação vai de 20 de março a 19 de abril. Já no Distrito de Japuranã, os atendimentos iniciarão no dia 22 de abril e terminarão no dia 08 de maio, prazo final para regularização de pendências com a Justiça Eleitoral.

Conforme os dados da Justiça Eleitoral, o município de Nova Bandeirantes conta com 9.614 eleitores e eleitoras aptos a votarem nas Eleições Municipais de 2024, dos quais 31,67% já fizeram o cadastro da biometria. Esta é uma tecnologia fundamental para garantir a segurança no momento do voto, pois comprova a identidade do eleitorado.

Os mutirões têm como missão garantir e facilitar o acesso desses eleitores e eleitoras, considerando as dificuldades logísticas e geográficas que podem barrar a locomoção. A ação destaca o compromisso em assegurar a participação democrática de todos e todas, independentemente das barreiras.

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) reforça que qualquer pendência com a Justiça Eleitoral deve ser regularizada até o dia 08 de maio, prazo final de fechamento de cadastro. Após esta data, nenhum procedimento eleitoral será feito, conforme estabelece a Lei nº 9.504/1997. A norma institui que nos 150 dias antecedentes à data da eleição, nenhum pedido de inscrição ou transferência eleitoral será aceito.

Receba as notícias do Nativa News no seu WhatsApp.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
Imprimir

Comentários

Feito com muito 💜 por go7.com.br