Pesquisar

Polícia Civil prende casal alvo de denúncia de venda de carteiras de estudantes falsas

Polícia Civil prende casal alvo de denúncia de venda de carteiras de estudantes falsas

Em Sinop

Polícia Civil prende casal alvo de denúncia de venda de carteiras de estudantes falsas

Suspeitos foram flagrado em frente a uma escola da cidade no momento em que comercializavam os documentos

Um casal que estava vendendo carteiras de estudante falsas foi preso em flagrante pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (05.04), em ação realizada pela equipe policial da 1ª Delegacia de Polícia de Sinop (499 km ao norte de Cuiabá). A mulher de 24 anos e o homem de 46 anos, foram detidos em frente a uma escola da cidade, no momento em que realizavam a venda das carteiras falsas e foram autuados em flagrante por crime de estelionato.

As diligências iniciaram após a equipe da 1ª Delegacia de Polícia receber denúncias de que uma mulher estava no interior da escola, fazendo o cadastro de alunos e recebendo valores dos estudantes.

Ao ser abordado pelos policiais, o suspeito se apresentou como coordenador do Diretório Nacional dos Estudantes e se recusou a acompanhar os policiais até a delegacia para prestar esclarecimentos de forma espontânea. Após situação de resistência, ameaça e desacato, foi necessário conter o casal, que foi algemado e conduzido à Central de Flagrantes.

Com eles, foi apreendida uma máquina de impressão de cartões utilizada para a confecção das supostas carteirinhas estudantis. Após interrogatório, foi lavrado o flagrante contra os suspeitos por crime de estelionato.

O delegado titular da 1ª Delegacia de Polícia de Sinop, Ugo Mendonça Reck, que está à frente das investigações, destacou que um esquema semelhante já foi alvo de investigação anterior da Polícia Civil, nos municípios de Cáceres e Sinop. “O suspeito já foi alvo de investigação solicitada pelo Ministério Público e a partir de agora vamos dar continuidade à apuração dos fatos”, disse.

Após ¿lavrado o flagrante, o casal foi encaminhado para audiência de custódia, ficando à disposição da Justiça.

Receba as notícias do Nativa News no seu WhatsApp.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
Imprimir

Comentários

Feito com muito 💜 por go7.com.br