Pesquisar

Secel viabiliza capacitação a agentes culturais e concurso de fotografia para pessoas com deficiência

Secel viabiliza capacitação a agentes culturais e concurso de fotografia para pessoas com deficiência

Edital Viver Cultura

Secel viabiliza capacitação a agentes culturais e concurso de fotografia para pessoas com deficiência

Ações formativas e de inclusão são alguns dos projetos atendidos pelo edital Viver Cultura

O primeiro edital Viver Cultura promovido pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) continua viabilizando experiências culturais à população de Mato Grosso. Dentre as os variados segmentos atendidos estão as ações formativas e de inclusão, como os projetos de Educação Patrimonial com crianças e o Concurso de Fotografias para Pessoas com Deficiência. Saiba mais sobre essas iniciativas.

O projeto “Educação Patrimonial com crianças” é realizado pela Casa Silva Freire, por meio de seu Núcleo Cultura, Crianças e Infâncias. Selecionado na categoria “Cultura da Infância” do edital da Secel, a iniciativa é voltada para a formação de agentes culturais e tem como tema central a reflexão sobre a relação das crianças com o patrimônio material e imaterial de Cuiabá.

Por meio da perspectiva participativa, as atividades visam enriquecer o debate sobre o desenvolvimento infantil como processo cultural, articulado aos estudos sobre memória social e produção de identidades sociais.

“É um projeto que vai propiciar que se amplie a adesão de agentes culturais a perspectiva da participação das crianças nas vivências em educação patrimonial de modo a autorizar processos criativos”, aponta Larissa Freire Spinelli, diretora-geral da Casa Silva Freire.

Com encontros presenciais na Casa Silva Freire, aos sábados pela manhã, a programação de atividades teve início no dia 4 de novembro, seguiu neste sábado (11) e continua nos dias 25 de novembro e 2 de dezembro. Além da formação para os agentes culturais, no encerramento do projeto haverá a participação das crianças. Os resultados das vivências serão exibidos em uma exposição.

Lu Oliari

Já o concurso de fotografias “Impulso: fotografia que inspira, inclusão que transforma”  tem o objetivo de promover e destacar o talento de fotógrafos com deficiência que residam em Mato Grosso. As inscrições são gratuitas e estão abertas até o dia 15 de dezembro.

De acordo com o idealizador e diretor geral do projeto, Lu Oliari, o concurso é democrático e direcionado para fotógrafos profissionais e amadores.

“Poder estimular a expressão artística e a inclusão por meio da fotografia foi uma das principais motivações para criação desse projeto. Queremos que as fotografias, que podem ser realizadas por celular ou câmera fotográfica, expressem a visão, a criatividade e o talento das pessoas com deficiência”, explica.

Cada participante pode enviar até 10 fotografias de sua autoria, com tema livre, ao e-mail [email protected]. Serão concedidas premiações em dinheiro aos autores das três melhores fotografias, sendo R$ 2,5 mil para o primeiro lugar, R$ 2 mil para o segundo e R$ 1,5 mil para o terceiro colocado.

Além da premiação, serão selecionadas 20 fotografias que participarão de uma exposição presencial e online.  A avaliação será feita por um júri técnico. Mais informações podem ser obtidas no site www.projetoimpulso.46graus.com ou pelo telefone (65) 9 8405 9683.

Receba as notícias do Nativa News no seu WhatsApp.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
Imprimir

Comentários

Feito com muito 💜 por go7.com.br