Saúde

18/05/2021 17:55

Agentes de saúde têm extensa rotina, especialmente durante a pandemia

Profissional responsável por realizar atividades de promoção da saúde e prevenção de doenças, o Agente Comunitário de Saúde (ACS) tem uma extensa rotina de visitas às residências das famílias, seguindo os princípios e as diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS).


Essas atividades são fundamentais para a população e seus municípios, seguindo o pressuposto da atenção básica e vigilância em saúde. Mesmo com a pandemia da Covid-19, os trabalhos nas comunidades não pararam.
A agente comunitário de saúde Greici Pereira do Nascimento, de 44 anos, realiza visitas aos lares praticamente todos os dias da semana. Atuante em Cuiabá, há mais de 5 anos, a profissional da saúde segue um intenso cronograma em sua rotina.


“Na segunda-feira realizo visitas aos pacientes diabéticos e hipertensos, na terça, faço o acompanhamento das pessoas que sofrem com tuberculose e hanseníase. Na quarta, visito as gestantes, crianças e adolescentes, pergunto como estão nos estudos, verifico a situação familiar e na sexta-feira, acompanho a visita médica aos idosos e pessoas acamadas, com a presença de um enfermeiro, médico ou técnico da unidade de saúde da área atendida”, relata a agente.


Os estudos também são acrescentados na extensa rotina de Greice. Estudante do curso de formação profissional Técnico em Agente Comunitário de Saúde (TACS), ofertado gratuitamente pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), ela ressalta a necessidade de aprendizado constante.


“O curso tem sido um horizonte para novos aprendizados, uma oportunidade de unir a teoria à prática em prol da população. Hoje me sinto mais preparada para abordar temas como prevenção a acidentes domésticos, autocuidado e doenças infectocontagiosas”, reitera.


Sobre o desafio de atuar durante a pandemia, a agente comunitário afirma que o dever fala mais alto. “A pandemia da Covid-19 trouxe muita insegurança na população e para nós profissionais, mas não deixamos de realizar esse trabalho essencial. Sempre chego interagindo com alguém da família, perguntando como está a saúde, explicando os acontecimentos, o funcionamento das unidades de saúde, levo remédios, vacinas e assim vou quebrando barreiras”, conclui Greice.


Dentre as atribuições do Agente Comunitário de Saúde estão: identificar situações de risco coletivo e individual; encaminhar as pessoas aos serviços de saúde sempre que necessário; orientar as famílias de acordo com as instruções das equipes de saúde; e acompanhar a situação de saúde das famílias para ajudá-las a conseguir os melhores resultados com os tratamentos e modos de prevenção.


Sobre o Curso TACS
O curso de qualificação gratuito é realizado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso, através da Escola do Legislativo, com execução do Instituto Brasil Adentro (IBA) e apoio do Governo do Estado.


Voltado exclusivamente para Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate à Endemias (ACE), de Mato Grosso, a capacitação conta com módulos semipresenciais, em formato virtual e atividades presenciais realizadas nas cidades polos de Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Campo Verde, Confresa, Cuiabá, Rondonópolis, Sorriso, Tangará da Serra e Várzea Grande.


Foram disponibilizadas 1.200 vagas para todos os 141 municípios de Mato Grosso. As aulas no formato de Ensino à Distância (EAD) começaram em 06 de fevereiro deste ano. Ao final do curso, previsto para novembro de 2021, o aluno terá uma cerimônia de formatura e diploma do curso técnico reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
[email protected]

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo