Regional

01/04/2021 05:38 ALLAN MESQUITA

PF apreende mala com R$ 800 mil com acusado de fraudes na CEF em MT

Apreensão ocorreu durante cumprimento de mandado em Goiânia

A Polícia Federal apreendeu uma mala com mais de R$ 800 mil em espécie, durante as diligências da Operação “ET Caterva”, deflagrada pela Superintendência Regional de Mato Grosso. O valor foi encontrado durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão na manhã desta quinta-feira (31), em Goiânia (GO).

Segundo a Polícia Federal, a ação investiga fraudes de quase R$ 15 milhões no recebimento do auxílio emergencial e em precatórios judiciais. A mala recheada de dinheiro já havia sido exposta durante as diligências realizadas na manhã de hoje.

No entanto, nenhum valor havia sido divulgado oficialmente pela polícia. Além do montante, os policias encontraram R$ 5 mil com um dos criminosos que atualmente está internado em um hospital particular de Cuiabá para tratar da covid-19.

Ele foi notificado e deve ser encaminhado para a delegacia assim que receber alta nesta quarta-feira (1º). Entre os investigados, estão o ex-secretário de Tecnologia da Informação e servidor efetivo do TRE-MT, Ailton Lopes dos Santos Júnior, e um gerente da Caixa Econômica Federal.

Ambos foram presos durante a operação. De acordo com o inquérito, funcionários da Caixa Econômica Federal forneciam informações sobre os precatórios, os quais eram forjados com os dados dos beneficiários e as fotografias dos estelionatários.

Após a adulteração, os criminosos se dirigiam ao banco para realizar os saques. Todo valor movimentado era divido entre os membros da organização criminosa.

Os recursos captados de forma irregular eram ostentados pelos “cabeças” do grupo através de viagens, carros de luxo, lanchas e viagens. Quanto mais no topo mais porcentagem de dinheiro”, explicou o agente da PF, Thiago Ferrer.

OPERAÇÃO ET CATERVA

Os policiais cumpriram 12 mandados de prisão, 77 mandados de busca e apreensão e sequestro de bens e, ainda, 9 medidas de suspensão do exercício da função pública. Os mandados, expedidos pela 5ª Vara Federal de Cuiabá, foram cumpridos em 12 estados.

O nome da Operação, “Et Caterva”, se trata de expressão em latim, utilizada de forma pejorativa, que denota a ideia de um grupo de comparsas, visto que a investigação identificou um grupo de pessoas que se uniram no propósito de cometer os crimes.


Banner whats nativa news

Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
[email protected]

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo