Política

21/07/2022 05:39 jovempan.com.br

Vaia a aliado de Lula expõe racha da esquerda em Pernambuco

Pré-candidato ao governo do Estado apoiado pelo PT, deputado federal Danilo Cabral (PSB) foi hostilizado pela militância de Marília Arraes (Solidariedade) em ato de pré-campanha do ex-presidente

O primeiro grande ato de pré-campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em Pernambuco evidenciou um racha entre os partidos de esquerda no Estado. Candidato apoiado pelo petista ao governo pernambucano, o deputado federal Danilo Cabral (PSB) foi vaiado pela militância da deputada federal Marília Arraes (Solidariedade), preterida pelo PT e pré-candidata do Solidariedade ao Palácio do Campo das Princesas.

Marília Arraes se filiou ao Solidariedade em março deste ano. A deputada federal deixou o PT ao perceber que seria escanteada na composição da chapa – os petistas tinham a prerrogativa de indicar o nome para o Senado, posto hoje ocupado pela deputada estadual Teresa Leitão, mas Arraes não tinha boa relação com o senador Humberto Costa (PT-PE), que comanda o diretório pernambucano.

Costa, por sua vez, abriu mão de sua pré-candidatura ao governo em nome de uma composição com o PSB, que comanda o Estado desde 2006. Apesar da mudança partidária, Marília Arraes tem boa relação com Lula e vem publicando fotos e vídeos ao lado do ex-presidente e do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB), escolhido para o posto de vice-presidente (veja abaixo).

A deputada federal lidera as pesquisas de intenção de voto até o momento – levantamento divulgado pelo Ipespe no início de julho mostra a candidata do Solidariedade com 29%, ante 10% de Cabral.

Apesar das vaias, Lula disse que apoia Danilo Cabral e mandou um recado claro para a deputada federal. “Eu tenho candidato no estado de Pernambuco que é o companheiro Danilo Cabral. Eu não confundo a minha relação pessoal com a minha relação política.

O PT tem um compromisso nacional com o PSB e eu sou do tempo que não precisava de documento, era no fio do bigode. Eu quero cumprir o compromisso com o PSB e quero que o PSB cumpra o compromisso com o PT porque se a gente não fizer assim, a gente não cria base para construir uma coalizão capaz de ensinar a sociedade brasileira a conviver democraticamente na diversidade”, disse o ex-presidente. Depois do evento, a assessoria de imprensa de Marília Arraes divulgou uma nota, na qual “lamenta que o PSB submeta o presidente Lula a tamanho constrangimento em Pernambuco”.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
[email protected]

Redes Sociais

Logo

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo