Esporte

13/11/2021 10:36

Conheça a trajetória de Eden Hazard

Quem acompanhou apenas as últimas temporadas do atacante Eden Hazard pelo Real Madrid pode não ter a impressão correta sobre o talento e o potencial deste jogador belga. Atormentado por uma série de contusões e incapaz de engrenar uma sequência de jogos no gigante espanhol, o atacante ainda não demonstrou o futebol que levou a equipe madrilenha a investir pesado em sua contratação junto ao Chelsea. 

Para tirá-lo da equipe azul de Londres em 2019, o Real Madrid desembolsou cerca de 150 milhões de euros em sua contratação. Pouco mais de dois anos depois, seu valor de mercado é estimado em apenas 25 milhões de euros. 

No entanto, para os mais jovens ou mais esquecidos, basta procurar por lances e gols de Hazard em sites ou redes sociais de vídeos para constatar o grande nível que seu futebol já atingiu – e que pode voltar a ser atingido caso o craque consiga manter sua boa forma. 

O surgimento na França 

Eden Michael Hazard nasceu na cidade de La Louvière, no dia 7 de janeiro de 1991. Está às portas de completar 31 anos, e atingiu o auge de seu futebol jogando pela ponta esquerda do ataque. Com técnica apurada para passes e finalizações, também se destaca pela qualidade de chute com os dois pés e pela rápida tomada de decisões. 

Apesar de ter jogado clubes de sua cidade natal, Hazard concluiu sua trajetória nas categorias de base e se profissionalizou no clube que o apresentou para o mundo, o francês Lille. Subiu para a equipe principal ao final de 2007, tendo sido mais utilizao na temporada 2008/2009, quando vestia a camisa 26 e era treinado pelo francês Rudi Garcia.

Com seu primeiro gol como profissional, em 20 de setembro de 2008, se tornou o jogador mais jovem a marcar com a camisa do Lille - tinha apenas 17 anos.  Ao final da temporada, foi eleito o melhor jovem da liga francesa, sendo o primeiro estrangeiro a obter esse prêmio. 

Sua segunda temporada também foi muito boa, tendo sido indicado inclusive para o prêmio de melhor jogador do torneio, e foi em seu terceiro ano que seu futebol se consolidou, tornando sua transferência para uma equipe mais rica em uma questão de tempo.

Na temporada de 2010/2011, já com a camisa 10, Hazard ajudou o Lille a sair de uma seca de títulos que vinha desde 1955, liderando a equipe no título da Copa da França, obtido após vitória de 1 a 0 na final contra o Paris Saint Germain. 

O Lille venceria ainda o campeonato francês com duas rodadas de antecipação, terminando a competição oito pontos na frente do vice-campeão Olympique de Marseille. Hazard foi eleito o melhor jogador do torneio.

Na temporada 2011/2012, foi novamente eleito o melhor jogador do campeonato, dessa vez vencido pelo Montpellier, e na sequência acertou sua transferência para o Chelsea, que pagou 33 milhões de euros para contar com seu futebol. 

Pelo Lille, o atacante fez 194 jogos, tendo marcado 50 gols e dado 53 assistências.

 

O apogeu na Inglaterra 

Em suas duas primeiras temporadas pelo Chelsea, Hazard utilizava a camisa 17, que posteriormente foi substituída pela 10 que ele também utilizava na seleção da Bélgica. Em suas duas primeiras partidas oficiais já deu quatro assistências para gols, gerando um impacto imediato no time após sua chegada.

Em sua primeira temporada pelos Blues, já teve bons números, com 13 gols e 24 assistências em 64 jogos, e ajudou o time a ser campeão da Liga Europa, vencida após vitória na final contra o Benfica. O time e o belga voltaram a vencer a Liga Europa 2018/2019. 

Não participou da primeira conquista do Chelsea na Liga dos Campeões, em 2012, tendo disputado apenas o Mundial de Clubes no final deste ano, no qual os londrinos foram derrotados pelo Corinthians por 1 a 0. 

Em sua passagem pelo Chelsea, não teve lesões graves e atuou em grande nível por muitos anos, tendo realizado um total de 352 jogos até o meio de 2019, quando foi vendido para o Real Madrid, que buscava um substituto para Cristiano Ronaldo, negociado um ano antes com a Juventus. 

Em toda sua passagem pelo Chelsea, marcou 110 gols e deu 92 assistências, tendo sido campeão da Premiere League por duas vezes, nas temporadas 2014/2015 e 2016/2017, uma vez da Copa da Inglaterra e uma da Copa da Liga Inglesa, além do bicampeonato da Liga Europa já citado. 

Sua contratação pelo Real Madrid parecia um investimento preciso, que tornaria a equipe madrilenha ainda mais forte. 

 

A decadência na Espanha 

No Real Madrid, Hazard ganhou a camisa 7 que por tantos anos fora de Cristiano Ronaldo, mas não correspondeu às expectativas. Atormentado por dezenas de lesões diferentes, não conseguiu uma sequência de jogos muito menos ter atuações convincentes. 

Com 52 jogos e apenas 5 gols, além de 9 assistências, já teve sua volta à Inglaterra especulada mais de uma vez, o que pode ocorrer na próxima janela de transferências.

Pela seleção belga, Hazard fez 115 jogos, nos quais anotou 33 gols, e divide os gramados e vestiários com seu irmão Torben Hazard, meio-campista que joga pelo Borussia Dortmund. 


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
[email protected]

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo