Destaques

17/06/2021 13:48 DAFFINY DELGADO - REPORTERMT

Bandido morto em confronto com Bope em Nova Bandeirantes usava nome falso

Waldeir Porto Costa portava um documento que o identificava como sendo Rodrigo Mota. Ele foi o último dos 4 mortos a ser identificado pela Politec.

O quarto bandido morto em confronto com o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) no último dia 10, foi identificado como Waldeir Porto Costa, pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). A informação foi divulgada na manhã desta quinta-feira (17).

Além de Waldeir, morreram na troca de tiros: Romário de Oliveira Batista, 35 anos, Luiz Miguel Melek, 40, e Maciel Gomes de Oliveira, 37. 

De acordo com o delegado titular da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO), Vitor Hugo Bruzulato, Waldeir era do estado do Pará e estava residindo em Alta Floresta há poucos meses.

“Ele (Waldeir) estava utilizando uma documentação falsa em nome de Rodrigo Mota, enquanto esteve morando em Mato Grosso. Conseguimos apurar que ele tinha um histórico de crimes”, afirmou.

O delegado ainda ressaltou que foi constatada uma relação de amizade entre os quatro assaltantes. Eles são acusados de integrar uma quadrilha do Novo Cangaço, que utilizou reféns como escudo humano durante o roubo de duas cooperativas de crédito em Nova Bandeirantes (a 997 km de Cuiabá), no último dia 4.

“Agora vamos avançar para identificar qual a efetiva participação de cada um na empreitada criminosa. Já que com eles, na oportunidade, os policiais encontraram armas, munições parte do dinheiro subtraído das agências bancárias e demais objetos relacionados aos delitos”.

“Estamos realizando todas as diligências necessárias com o objetivo de identificar e localizar, o mais rápido possível, todos que participaram direta ou indiretamente desses crimes. A força tarefa continua e a Polícia Civil por meio da GCCO prossegue com as investigações”, concluiu delegado.

Relembre o caso

O crime foi registrado no último dia 4, quando uma quadrilha, composta por pelo menos 14 criminosos, invadiu duas Cooperativas de Crédito, no Centro de Nova Bandeirantes.

Após o roubo, os bandidos fugiram para uma região de mata. Eles teriam levado R$ 900 mil.

Equipes da Força Tática (FT), do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e uma aeronave do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) foram mobilizados para dar assistência ao caso e resposta rápida ao crime. São mais de 120 militares envolvidos nessa ocorrência.

Na tarde de quinta-feira (10), o grupo tentava fugir por uma estrada na região quando encontraram com os militares da FT. Na fuga, os criminosos abandoaram uma caminhonete e entraram em uma mata.

O Bope foi acionado para dar apoio e foi recebido a tiros pelos bandidos, que acabaram baleados e mortos.

 


Queimada   crime nativa newsBanner whats nativa news

Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
[email protected]

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo