Cidade

10/08/2021 15:44

Prefeitos de Lucas do Rio Verde, Nova Mutum e Primavera do Leste fazem visita técnica ao terminal rodoferroviário de Rondonópolis

Cidades integram o traçado da ferrovia estadual que será construída mediante autorização do governo de Mato Grosso, conectando-se aos trilhos que hoje atendem o maior terminal de grãos da América Latina

Uma visita técnica solicitada pelas prefeituras de Cuiabá, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum e Primavera do Leste ocorreu nesta segunda-feira (9) no Terminal de Rondonópolis (TRO), a maior unidade de movimentação de grãos da América Latina e responsável pelo escoamento de 50% de toda a produção do agronegócio de Mato Grosso destinada à exportação - via Porto de Santos, pelos trilhos da Ferronorte e da Malha Paulista. Os prefeitos Miguel Vaz (Lucas do Rio Verde), Leandro Félix Pereira (Nova Mutum) e Leonardo Bortolin (Primavera do Leste), além do secretário de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico de Cuiabá, Francisco Vuolo, foram recebidos pelo vice-prefeito de Rondonópolis, Aylon Arruda, e pelo secretário de Desenvolvimento Econômico daquele município, Alexsandro Silva.
 
O objetivo era conhecer em detalhes a estrutura e operação do TRO, uma vez que em o governo de Mato Grosso anunciou no mês passado um chamamento público para a construção, até 2028, da primeira ferrovia autorizada por um estado brasileiro. Orçado em R﹩ 12 bilhões, o projeto prevê a construção de 730 quilômetros de trilhos ligando Cuiabá a Lucas do Rio Verde, Nova Mutum e Rondonópolis, onde se dará a conexão com a Ferronorte.
 
A comitiva pôde ver de perto os resultados dos R﹩ 230 milhões investidos na ampliação da capacidade do terminal, cuja capacidade estática atual é de 150 mil toneladas. O TRO conta com 15 moegas rodoviárias e três tulhas ferroviárias, nas quais podem ser carregados até três trens simultaneamente. No auge da safra, são embarcados diariamente 80 mil toneladas de grãos em trens com até 120 vagões que partem com destino a Santos. No chamado Rondopátio, 2 mil caminhões podem ser descarregados por dia.
 
Os visitantes também conheceram o Terminal da Brado, onde a empresa movimenta produtos em vagões double stack (contêineres em dois níveis, que podem ser dois de 40 pés um sobre o outro, ou um de 40 pés junto com dois de 20 pés). Os trens da empresa com esses vagões circulam entre Rondonópolis e Sumaré (SP) - a perna final dos trajetos é feita sobre caminhões, atendendo o mercado interno nos dois estados. A Brado movimenta commodities agrícolas, materiais de construção, produtos de higiene e limpeza e bens de consumo, entre outros itens.

Queimada   crime nativa newsBanner whats nativa news

Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
[email protected]

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo