Agronegócios

14/01/2022 17:00 Canal Rural

Sinergia entre transportadora e pecuaristas garante escoamento da boiada em MT

Excesso de chuvas formam obstáculos nas estradas de terra e exigem comunicação mais intensa das partes envolvidas no transporte boiadeiro nesta época do ano

A sexta-feira 14 marcou o retorno do quadro Giro na Estrada. Em entrevista ao programa, o supervisor do setor de transporte boiadeiro da TRP Dácio Dreyer. O profissional atua nas unidades Friboi de Alta Floresta, Colíder, Diamantino, Araputanga e Pontes e Lacerda, em MT, e Vilhena e Porto Velho, em RO e falou sobre as recentes dificuldades impostas pelas chuvas.

Dreyer ilustrou o problema com um embarque de gado feito recentemente em uma propriedade que, ao todo, demorou quase três dias para ser concluído em função de atoleiros. Um transporte de mais de 300 bois que começou a ser feito na sexta acabou concluído em um domingo.

Para vencer desafios como esse, Dreyer ressaltou a importância da ajuda dos pecuaristas e trabalhadores do campo aos profissionais do transporte boiadeiro. “A gente teve bastante suporte lá na região da Fazenda Monte Azul. Tivemos o suporte do seo Élcio, que é um produtor da região que, de prontidão, liberou maquinário. A gente fez uma força tarefa grande com eles”, reconheceu.

“É uma cadeia em que a gente precisa da ajuda de todo mundo. Para se ter uma ideia, teve que colocar um trator no meio e a gente fez como se fosse uma centopeia. A gente engatou uma carreta na outra com cabo de aço para tirar as carretas. Se não fizer esse trabalho em equipe, não consegue desatolar não”, ilustrou.

Por último, o supervisor de transporte boiadeiro citou o impacto que a harmonia entre pecuaristas e profissionais da logística pode exercer. “Nesse período chuvoso, toda informação acaba ajudando a equipe a montar o melhor trajeto para a gente garantir que os caminhões e o motorista cheguem com segurança e a gente chegue com a boiada no frigorífico. É repassar informação sobre ponte quebrada, algum percurso que o pecuarista conheça e a gente não saiba. Passe para a gente que a gente consegue também, com essa visão, mudar o trajeto. Traga fotos da região, diga se está chovendo muito e em qual período está chovendo. Com essas informações e essa sinergia entre a transportadora e o pecuarista, a gente consegue garantir o abastecimento da boiada dele no frigorífico”, concluiu Dreyer.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
[email protected]

Redes Sociais

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo