Agronegócios

08/11/2021 07:02 Érica Polo, Valor — São Paulo

Sem China, exportação de carne bovina caiu 43% em outubro

Segundo a Abrafrigo, embarques toais somaram 108,6 mil toneladas e renderam US$ 542 milhões

As exportações de carne bovina (in natura e processada) somaram 108,6 mil toneladas em outubro e renderam US$ 542 milhões em outubro, informou neste sábado a Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo), a partir de dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

Sem a China, maior comprador da proteína, diz a nota da instituição, a queda foi de 43% em volume e de 31% em receita ante o mesmo mês de 2020. Ainda segundo a Abrafrigo, houve exportação “residual” de 27,7 mil toneladas em outubro para a China — a maior parte entrou por Hong Kong (19,4 mil toneladas).

Os chineses fecharam as portas para a carne brasileira no início de setembro, após suspensão voluntária das exportações derivada da confirmação de dois casos atípicos do mal da "vaca louca" em Mato Grosso e Minas Gerais.

As exportações totais da proteína alcançaram 1,6 milhão de toneladas no acumulado de 2021, volume que representa queda de 2,4% ante o mesmo período do ano passado. Em receita, no entanto, houve aumento de 16%, para US$ 8 bilhões, cenário explicado pela alta dos preços internacionais.

Entre os vinte maiores compradores do produto brasileiro no ano estão China, Estados Unidos e Chile.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
[email protected]

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
vers�o Normal Vers�o Normal Painel Administrativo Painel Administrativo