Regional

13/11/2020 07:46 Olhar Direto

Homem depõe contra advogado acusando-o de forçá-lo a confessar compra de voto

Na noite de terça-feira (10) um homem identificado como Marcelo Yuri Conceição Rodrigues foi abordado por um grupo de pessoas, acompanhado do advogado Fernando Amorim, quando foi supostamente forçado a afirmar que estava entregando cestas básicas a mando do candidato a vereador Neguinho do Lava Jato (DEM), de Alto Garças (365 km ao Sul de Cuiabá). O homem procurou a delegacia do município para denunciar que foi coagido.

Fernando é marido de Angelita Amorim, candidata a vice na chapa de Claudinei Singolano (Republicanos), adversária de Neguinho. Nas eleições de 2012 e 2016 eram todos da mesma coligação. Agora adversários do DEM.
 
Um vídeo que está sendo compartilhado mostra o rapaz cercado pelo grupo de aproximadamente dez pessoas, supostamente sofrendo coação e pressão psicológica para induzir uma narrativa. Conforme denunciou o homem, eles queriam que dissesse que o candidato Neguinho mandou entregar as cestas básicas.
 
“Quem mandou entregar cesta básica aqui?! Vamo! Neguinho?! Foi o Neguinho que mandou entregar cesta básica aqui?”. Alguém diz ao rapaz: “vamos fala da sua boca”. O homem acaba repetindo o que lhe foi sugerido. O vídeo conclui com Fernando Amorim dizendo: “beleza, fechou!”.
 
Depois do vídeo circulando na cidade, Fernando Amorim teria mandado um áudio pedindo para que não fosse divulgado o vídeo e que qualquer ‘fala de mim não fosse divulgado’. “É um pedido que faço a todos vocês”, conclui Fernando Amorim.
 
Na delegacia de Alto Garças o homem foi identificado como Marcelo Yuri Conceição Rodrigues, disse que é casado, tem um filho, mora em casa alugada e trabalha de tratorista. À autoridade policial José Mauro Dias de Souza o rapaz afirmou que comprou seis cestas básicas em um supermercado e ao passar por um terreno baldio para pegar folhas de picão para fazer chá para a esposa, foi abordado pelo grupo de umas dez pessoas, que teriam o forçado a fazer a afirmação.
 
Marcelo disse que foi ameaçado pelo advogado Fernando Amorim pelo fato do seu carro (um Fiat Uno) estar com o IPVA atrasado, afirmando que o carro estava preso, tomando-lhe o documento. Mas que se colaborasse, em acusar Neguinho, não daria em nada e o advogado “livraria sua barra”. No interrogatório o rapaz diz que está sendo ameaçado por. Afirmou ainda que sob a pressão e do jeito que estava “entregaria até minha mãe”.


Banner whats nativa news

Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo