Regional

06/11/2020 16:41 Assessoria | Polícia Civil-MT

Destinação garante compra de drones para a delegacia de Guarantã do Norte

A Vara do trabalho de Peixoto de Azevedo e o Ministério Público do Trabalho (MPT) destinaram 37,5 mil reais para a compra de dois drones que serão usados pela Delegacia Regional de Guarantã do Norte no combate à violência na região.

Os investimentos são oriundos de uma Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho e que tramita na unidade da Justiça.

O repasse foi autorizado pela juíza Lucyane Rocha, titular da Vara do Trabalho de Peixoto de Azevedo. Segundo ela, os equipamentos vão garantir o melhor desenvolvimento do trabalho feito pelos profissionais da segurança pública, trazendo mais agilidade e segurança nas investigações, o que beneficia toda a comunidade.

“A destinação de valores é muito importante. É uma forma de contribuir para o desenvolvimento local, repassando os recursos para aqueles que foram atingidos, direta ou indiretamente, pelo dano que está sendo reparado. Nessa ação específica, houve acordo entre o MPT e o réu e há um pagamento parcelado da indenização”, destaca a magistrada.

 O responsável pela Delegacia de Guarantã do Norte, delegado Geraldo Gezoni, explica que os equipamentos serão úteis em diversas frentes de atuação da unidade. “No caso de uma rebelião na cadeia pública, com os drones nós conseguimos fazer uma imagem aérea e verificar o que está acontecendo intramuros e que medidas podem ser realizadas. Outra possibilidade seria nos crimes ambientais: é comum a Polícia Civil ser acionada para apoiar uma diligência da Secretaria Estadual do Meio Ambiente”.

Em relação a este último ponto, o delegado esclarece que os drones irão contribuir para identificação da área onde ocorreu a degradação ambiental, além de apontar rotas para se chegar ao local da infração.

O investimento em tecnologia é fundamental para as ações da Delegacia, segundo ele. “A Polícia Civil tem procurado acompanhar essa evolução e se estruturar tecnologicamente para conseguir prestar um serviço de maior qualidade e fazer frente a criminalidade para atender aos interesses públicos da sociedade mato-grossense”.

A destinação dos valores ganha maior relevância no interior do estado, salientou o delegado, onde normalmente a carência de recursos é maior. “Quando o Tribunal resolve prestar esse auxilio, não há nenhuma dúvida de que esses recursos vão ser utilizados em prol da população aqui da nossa região”, conclui.


Banner whats nativa news

Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo