Regional

21/03/2020 14:30 Midia News

ALERTA SOBRE O CORONAVÍRUS "Parem com festinhas, parem com deboche; situação é grave"

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, voltou a falar da gravidade da situação de pandemia e mandou um recado duro para uma parcela da sociedade que está subestimando a força do coronavírus. Ele pediu para que todos levem o assunto a sério e parem de brincar com o perigo.

“Parem de ficar brincando com esse assunto, parem de promover festinhas e parem de tratar esse assunto com deboche, pois a situação é séria e gostaria que você não tivesse o dissabor de ser um daqueles que terão que ser atendidos nas unidades de saúde ou estar chorando por um ente querido que não adotou as medidas corretas das orientações do Governo”, alertou.

 

O secretário pediu para que as pessoas respeitem as precauções, visando reduzir os índices de contágio do coronavírus. Inclusive, em coletiva a imprensa, nesta sexta-feira (20), ele defendeu a prisão daqueles que desobedecerem às normas impostas pela Federação e Estados.

 

Figueiredo direcionou um recado às pessoas que acreditam que a epidemia do novo coronavírus não é tão séria, que estão sendo negligentes com as recomendações de isolamento.

 

 

“Eu quero dizer a você: você está errado! É muito grave a situação. Uma pessoa em cinco dias pode transmitir esse vírus para três pessoas e em 30 dias contaminar mais do que 400”, estimou.

 

O secretário acredita que se a sociedade fizer uma restrição de 75% da circulação neste momento, esse número estimado de 400 contaminados baixaria drasticamente.

 

Figueiredo alerta que a população precisa entender que a rede pública de Saúde não está em condição de atender toda a população se o caso se agravar.

 

“Temos que trabalhar para ter o mínimo de casos graves possíveis, porque o mínimo ainda será muito para capacidade de assistência que têm o Governo Federal, o Governo Estadual, os municipais e a rede privada de atendimento. Estamos fazendo um planejamento para que possamos ter capacidade de atender a todos que necessitarem, mas temos que diminuir o máximo o número de pessoas que vão ter a necessidade de atendimento, por isso, nesse momento, fique na sua casa, cuide da sua família, ajude um idoso que, as vezes, não tem uma família para dar assistência para ele”, enfatizou o secretário.

 

Segundo caso

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) registrou o segundo caso confirmado de coronavírus em Mato Grosso. A confirmação ocorreu na noite de sexta-feira (20), após o Laboratório Central do Estado (Lacen) testar positivo para um dos quatro casos localizados em Várzea Grande. 

 

Este é o segundo caso oficialmente reconhecido pelo Estado, mas o número é maior porque há casos confirmados em exames de hospitais privados.


Banner whats nativa news

Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo