Regional

01/11/2019 08:57 Assessoria | Indea-MT

Indea amplia emissão de e-GTA para produtores e veterinários

A partir do dia 04 de novembro, o Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea-MT) vai ampliar a emissão da Guia de Trânsito Animal Eletrônica (e-GTA). Os produtores rurais poderão imprimir a e-GTA para movimentação de bovinos e bubalinos em todo Mato Grosso com a finalidade de engorda e reprodução. Já os médicos veterinários habilitados poderão emitir a guia eletrônica para abate e engorda de suínos. 

Atualmente, a e-GTA só está disponível para abate de bovinos e movimentação de galinhas com qualquer finalidade. As novas modalidades disponíveis para e-GTA correspondem a mais de 90% das guias emitidas atualmente pelo Indea, o que vai proporcionar maior agilidade nos trâmites exigidos para o trânsito animal.

A Guia de Trânsito Animal (GTA) é um documento obrigatório para a movimentação de qualquer espécie animal, exceto cães e gatos. Em Mato Grosso, o Indea é responsável pelo documento a apenas em 2018 emitiu 723.718 guias. A abertura do serviço só possível pela segurança oferecida pelo Sistema Informatizado, frequentemente auditado por organismo internacionais interessados na importação de produtos com procedência e certificação sanitária.

O documento foi estabelecido em todo território pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, que também normatizou a impressão da e-GTA por produtores rurais e médicos veterinários habilitados pelo Indea. A guia de trânsito é reconhecida internacionalmente como instrumento integrante da certificação da produção pecuária do Brasil e sua credibilidade depende de registros referentes ao cadastro, estoques de animais, vacinações e outras medidas sanitárias que descrevam exatamente a realidade encontrada nas fazendas e granjas.

A parceria e confiança entre o produtor rural e o Indea-MT foi decisiva para essa conquista, proporcionando uma melhor gestão sanitária do rebanho pelo pecuarista em virtude da facilidade na movimentação animal dentro de todo o território Mato-Grossense.

A medida foi apoiada pelo Fundo Emergencial de Saúde Animal (Fesa-MT), Fundo de Sanidade e Desenvolvimento da Suinocultura (FSDS), Sindicato das Indústrias de Frigoríficos do Estado de Mato Grosso (Sindifrigo), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), Associação dos Criadores de Gado de Mato Grosso (Acrimat) e Associação Matogrossense dos Criadores de Ovinos (Ovinomat).


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo