Regional

05/10/2019 06:45 Nortão Online

Homem é condenado a 13 anos de prisão por matar vizinho à facada em Colíder

Foi realizado ontem o júri popular do réu João de Oliveira, acusado do homicídio de Claudionor de Jesus, ocorrido em 29 de outubro de 2016. Por quatro votos a três, o corpo de jurados considerou o réu culpado. Atendendo a um  pedido da defesa, o juiz Maurício Alexandre Ribeiro determinou que o réu pode cumprir a pena em liberdade, já que a defesa vai recorrer. 
 
O réu, de 55 anos, tem saúde debilitada, sofrendo de diabetes e fazendo acompanhamento psiquiátrico no Caps. De acordo com uma das advogadas de defesa, Ismaili Donassan, ele mora de favor em um barraco, um antigo galinheiro. 
 
O homicídio ocorreu após uma briga entre os dois homens, que moravam no mesmo terreno. Na ocasião, os dois foram parar na delegacia. Quando foram soltos, um de cada vez, a briga foi retomada no local onde moravam. O réu afirma que a vítima o esperava com um facão e o atacou.
 
Os dois entraram em luta corporal e Claudionor teria caído sobre a faca. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e morreu dois dias depois, no hospital. 
 
Colíder está sem defensor público e o júri só foi realizado porque o caso foi debatido na faculdade de direito e as advogadas Ismaili Donassan e Elisângela Dinarte se ofereceram para fazer a defesa na forma de pró-bono (gratuitamente).

Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo