Regional

01/02/2019 08:19

MT já colheu 29% da safra neste ano

Mato Grosso chega a última semana do mês de janeiro com 29% da área plantada já colhida. Com um terço da safra concretizado, o Estado – que lidera a produção nacional do grão – segue na dianteira dos trabalhos pelo país. Cada hectare colhido, vai dando espaço aos cultivos de segunda safra, milho e algodão, sendo o cereal o mais demandando no momento. 

De acordo com dados da consultoria AgRural, o ritmo da colheita da safra 2018/19 de soja continuou acelerado nesta semana. Até quinta-feira (24) o Brasil havia colhido 13% da área cultivada com o grão, contra 6% na quinta anterior, 4% no mesmo período do ano passado e 3% na média de cinco anos. Mato Grosso lidera, com 29%, seguido por Paraná (18%), Goiás (14%) e Rondônia (11%). Em outros estados, a colheita chegou a 8% em Mato Grosso do Sul, 6% em São Paulo e Minas Gerais e 1% na Bahia. 

Analistas da consultoria destacam que além do ritmo forte das colheitadeiras, chamam à atenção o impacto negativo das chuvas irregulares e das temperaturas altas de janeiro sobre o desenvolvimento das lavouras de diversos estados. “Isso deve levar a um novo corte na estimativa de produção, que será revisada pela AgRural na primeira semana de fevereiro”. 

No último dia 9, a produção de soja 2018/19 do Brasil já havia sido reduzida pela AgRural em 4,5 milhões de toneladas, para 116,9 milhões, devido ao impacto do tempo quente e seco de dezembro sobre as lavouras precoces, especialmente no Paraná e em Mato Grosso do Sul. 

Levantamento realizado pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) aponta que o atual ritmo da colheita no Estado está acima do registrado em igual momento do ano passado. “As condições climáticas continuam favoráveis para colheita da soja em Mato Grosso e com isso o saldo atual se apresenta adiantado 13,27 p.p. em relação ao mesmo período do ano passado”. 

MILHO - O plantio da segunda safra de milho teve mais uma semana de bom avanço no Centro-Sul do Brasil. Até quinta-feira (24), 15% da área estavam semeados na região, contra 6% uma semana antes, 3% no ano passado e 4% na média de cinco anos. Mato Grosso lidera, com 21%, seguido pelo Paraná (19%), Goiás (12%), Mato Grosso do Sul (6%), São Paulo (2%) e Minas Gerais (1%). 

FERRUGEM – Desde o início da atual safra até o dia 29 desse mês, Mato Grosso acumula 27 confirmações de focos de ferrugem asiática, sendo o quarto estado com maior incidência de registros, conforme o Mapa de Dispersão da Ferrugem, do Consórcio Antiferrugem, uma parceria público-privada no combate à ferrugem asiática da soja. 

No histórico do Mapa, o volume de focos acumulado até a data é inferior ao contabilizado igual em momento do ano passado, quando as confirmações somavam 58 focos. 

Nessa safra, a 2018/19, o Brasil acumula 239 registros, sendo a maior parte deles, 71, no Rio Grande do Sul, seguido pelo Paraná com 57, Mato Grosso do Sul com 33 e Mato Grosso, com 27. 


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo