Regional

13/11/2017 12:30 Tarso Nunes/RdNews

Em dezembro, Lula faz caravana por Juína e Cuiabá, visita indígenas e assentados

A caravana liderada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silval (PT) deve passar por Mato Grosso em dezembro.  Com passagem de um dia pelo Estado, podendo se estender em dois, Lula deve ir a Juína e Cuiabá de avião para otimizar o tempo em razão da extensão do Estado. A intenção é que o presidenciável passe ainda por algum município da região Oeste ou Araguaia. A agenda será confirmada ainda nesta semana.

O presidente do diretório estadual do partido em Mato Grosso, deputado estadual Valdir Barranco, explica que no próximo mês a caravana vai passar pelos estados da Amazônia. Após visitar Rondônia, Lula irá de avião a Juína que, segundo Barranco, carrega o “simbolismo” do PT. “Apesar de não ter sido a primeira prefeitura a ser administrada pelo PT, o partido sempre foi forte na região com a administração do Ságuas Moraes e agora Altir Peruzo”, diz.

Em Mato Grosso, o partido tem rejeição forte. Nas últimas disputas para presidente da República, o candidato do PT sempre saiu derrotado. A única vez que os petistas venceram foi no primeiro mandato de Lula, em 2002. No restante, sempre foi derrotado apesar de ganhar a eleição no país.

Barranco, no entanto, não enxerga dessa maneira. Cita a eleição da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) contra Aécio Neves (PSDB), em 2014, ficaram empatados tecnicamente no Estado. “Não vivemos momento de rejeição, agenda do Lula ajudará a fortalecer a baixada cuiabana”, sustenta.

De acordo com números da eleição de 2014, Aécio conseguiu sair vitorioso em Mato Grosso, onde recebeu 54,67% dos votos válidos, equivalentes a 864.999 eleitores, e Dilma obteve 45,33% dos votos, o que representa 717.230 sufrágios. Dos 141 municípios, o tucano venceu em 101, o que corresponde a mais de 71% das cidades do Estado, enquanto a petista foi vitoriosa em apenas 40 cidades.

Em 2003, Lula saiu vitorioso em Mato Grosso, quando disputou a eleição com José Serra (PSDB). O petista teve 54,51% dos votos válidos, enquanto o tucano conseguiu a preferência de 45,49% dos eleitores. Em 2006, no Estado, Lula foi derrotado por Geraldo Alckimin (PSDB) com pequena margem. Foi 50.31% contra 49.69% do petista.

A passagem de Lula por Mato Grosso foi antecipada para o mês que vem. A executiva nacional do partido, responsável por elaborar a programação, previa a vinda à região Amazônica em fevereiro. Entretanto, o período é de chuva, o que prejudicaria a caravana.

Questionado sobre a estimativa de público, Barranco não trabalha com números, uma vez que a programação ainda não foi definida. Fala que Lula deve percorrer as ruas dos municípios de Mato Grosso, visitar assentamentos, população indígena, assim como fazer discursos à população em locais abertos e fechados.

Visita

A última vez que o ex-presidente Lula veio a Mato Grosso foi em 2012, na campanha do petista Lúdio Cabral à Prefeitura de Cuiabá, quando foi derrotado por Mauro Mendes (PSB). Anteriormente, Lula já havia visitado Mato Grosso em 2009, quando era presidente da República. Na ocasião, em Alta Floresta, lançou o programa Terra Legal, com o desafio de regularizar, num intervalo de três anos, 296 mil posses rurais na Amazônia Legal em uma área de 67,4 milhões de hectares.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados a Gund e Caldas LTDA ME - Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo