Polícia

20/07/2016 08:16

Adolescente em MT acusa três pastores de tortura durante "ritual satânico"; Polícia investiga

Acreditando ser vítima de uma "seita satânica", uma adolescente de 17 anos acusa três pastores da igreja evangélica Ministério Sal da Terra de agressão, tortura e cárcere privado. Na ocasião, a jovem teria sido espancada, amordaçada e ouvido ameaças de morte a seus amigos. Um um dos pastores acusados pela vítima é jornalista.

Ela e sua mãe trouxeram as denúncias à tona depois de terem sido supostamente ameaçadas pelo trio de religiosos. Ao programa Cadeia Neles, a mulher contou que o jornalista é um dos responsáveis pelas ações que envolvem cartas e ligações feitas com o intuito de amedrontá-las. Ele ainda estaria perseguindo as duas, passando em frente à residência onde moram e seguindo-as durante um passeio no shopping.


A garota, que alega ver demônios, contou que no sábado (9), foi levada de casa desacordada por conta de produtos químicos e com os olhos vendados, submetida à tortura e ameaças psicológicas. A mãe não estava, e registrou o desaparecimento da menor. A jovem alega que ouvia outra pessoa pedindo por socorro, no local da tortura. "Acredito que seja uma seita satânica que tem como alvo os nossos adolescentes", relatou a mãe. 


Ao Olhar Direto, o delegado titular da Delegacia da Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Dedica), Eduardo Botelho, explica que a situação ainda está sendo investigada e que outras pessoas ainda serão ouvidas antes que conclusões sejam tomadas.

Fonte:Olhar Direto


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados a Gund e Caldas LTDA ME - Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo