Polícia

20/07/2016 08:16

Adolescente em MT acusa três pastores de tortura durante "ritual satânico"; Polícia investiga

Acreditando ser vítima de uma "seita satânica", uma adolescente de 17 anos acusa três pastores da igreja evangélica Ministério Sal da Terra de agressão, tortura e cárcere privado. Na ocasião, a jovem teria sido espancada, amordaçada e ouvido ameaças de morte a seus amigos. Um um dos pastores acusados pela vítima é jornalista.

Ela e sua mãe trouxeram as denúncias à tona depois de terem sido supostamente ameaçadas pelo trio de religiosos. Ao programa Cadeia Neles, a mulher contou que o jornalista é um dos responsáveis pelas ações que envolvem cartas e ligações feitas com o intuito de amedrontá-las. Ele ainda estaria perseguindo as duas, passando em frente à residência onde moram e seguindo-as durante um passeio no shopping.


A garota, que alega ver demônios, contou que no sábado (9), foi levada de casa desacordada por conta de produtos químicos e com os olhos vendados, submetida à tortura e ameaças psicológicas. A mãe não estava, e registrou o desaparecimento da menor. A jovem alega que ouvia outra pessoa pedindo por socorro, no local da tortura. "Acredito que seja uma seita satânica que tem como alvo os nossos adolescentes", relatou a mãe. 


Ao Olhar Direto, o delegado titular da Delegacia da Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Dedica), Eduardo Botelho, explica que a situação ainda está sendo investigada e que outras pessoas ainda serão ouvidas antes que conclusões sejam tomadas.

Fonte:Olhar Direto


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo