Educação

27/07/2016 07:00

Após reunião no MPE profissionais da educação de MT matem a greve

O Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep-MT) sai da reunião com Ministério Público Estadual (MPE) e Secretaria de Estado de Educação, nesta terça-feira (26.07), com agendamento de Assembleia Geral definido para dia 01 de agosto, segunda-feira, às 14 horas. Prossegue nesta quarta-feira (27) com o calendário de mobilização, enquanto aguarda o documento oficial do MPE para ser encaminhado à aliação da base. A proposta, debatida durante as quatro horas de audiência, teve como mediador o promotor de Justiça, Henrique Schneider Neto. 

A pauta da suspensão das Parcerias Público Privadas (PPP’s) recebeu o encaminhamento proposto pelo Sintep-MT para realização das Conferências participativas, convocadas pelo Fórum Estadual de Educação, espaço legítimo para decisões. O projeto de PPP’s será concluído pelo Governo até o mês de setembro, e será colocado para apreciação. “O Fórum fará as convocações, como assegura a Lei 049/98. A apreciação coletiva é que definirá se as PPP’s vigorarão ou não na Educação”, esclarece o presidente do Sintep-MT, Henrique Lopes do Nascimento.

Quanto a garantia da integralidade da Lei 510/2013, o secretário de Educação, Marco Marrafon, se comprometeu a cumprir o pagamento do percentual restantes para cumprir o piso de maio de 2016 - de R$ 2.331,74 - no exercício de 2017, sem prejuízos para a Lei da Dobra do Poder de Compras. Uma comissão paritária, com a presença do Ministério Público Estadual, acompanhará periodicamente as contas do Governo, com o objetivo de integralizar os percentuais em aberto, o quanto antes. 

A pauta do Concurso Público, um ponto que já havia sido considerado superado pela categoria, por ter sido apresentado o calendário e execução, só ganhou reforço do presidente do Sintep-MT, para que o Governo faça a publicação do número de vagas livres, bem como a realização do Concurso para todas as funções da carreira.

A reunião com o MPE teve a presença do presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação (CNTE), Roberto Leão, que veio a Cuiabá para acompanhar as discussões sobre PPP’s, na Educação. “Somos totalmente contrários a essa modalidade, assim como as OSs, por considerar um processo de privatização. Acreditamos e defendemos a Escola Pública e Gratuita. A educação é um direito e uma obrigação do Estado. Somos contra qualquer iniciativa de trazer para a Educação Pública empresas privadas, até mesmo no quesito infraestrutura”, destacou.

Participaram da reunião os secretários adjuntos de Estado de Gestão, Joelson Matoso, o adjunto de Políticas Educacionais da Seduc-MT, Ednaldo Gomes de Souza. Além de dois representantes dos segmentos de pais, e a diretoria do Sintep-MT.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo