Destaques

20/01/2021 16:47 Jornal Mato Grosso do Norte

Litro da gasolina passará de R$ 5,00 em Alta Floresta

Com reajuste anunciado pela Petrobras, litro da gasolina será cobrado em média, de R$ 4.98 a R$ 5.10

Nos próximos dias, os consumidores estarão pagando mais caro para abastecer seus veículos. Com o preço da gasolina passando por constantes reajustes, andar de carro está pesando no orçamento das famílias. E nas cidades da região norte de Mato Grosso, os motoristas pagam preços acima da média de Cuiabá e outros Estados da Federação.


A Petrobras informou na segunda-feira, 18, que elevará o preço médio da gasolina nas refinarias, em 8% o litro. A alta começou a valer a partir de terça-feira, 19. Já o preço do diesel não será alterado. A Petrobras reiterou que seus preços têm como referência a chamada paridade de importação, impactada por fatores como os valores do petróleo e o câmbio. Este é o primeiro reajuste aplicado sobre a gasolina este ano e corresponde a 7,6% sobre o valor médio de R$ 1,84, vigente desde 29 de dezembro, quando o combustível havia sido reajustado em 5%.


Com reajuste anunciado pela Petrobras, litro da gasolina será cobrado em média, de R$ 4.98 a R$ 5.10. O repasse dos reajustes nas refinarias aos consumidores finais, nos postos, pode ser maior ou menor, dependendo de cada empresa. Em Alta Floresta o preço dos combustíveis é vendido em média de R$ 4.89 a R$ 5,03 a gasolina,
R$ 4,48 o diesel comum, R$ 4,53 o diesel S-10 e R$ 3,63 o etanol.


Ainda não dá para afirmar se na esteira do reajuste da gasolina também haverá alta no valor do etanol. Em Mato Grosso, ainda segue compensando mais o etanol para abastecer os carros flex, em comparação com a gasolina.
Nelson Soares Júnior, diretor executivo da Sindipetróleo/MT afirma que o impacto deste aumento começa a ser calculado a partir do momento que os postos começarem a comprar o produto com a nova tabela disponibilizada pelas distribuidoras. “O aumento é significativo, chegando a 0,14/ litro. Porém, parte dele pode ser absorvido tanto pelas distribuidoras como pelos postos”, disse.


A sócia proprietária do Posto Tarumã, em Alta Floresta, Greizi Borsatti, afirma que não irá repassar os R$ 15 centavos reajustados pela Petrobras, para o produto em sua empresa. Seu posto, no preço atual, está vendendo o litro da gasolina a R$ 4.88. Com o aumento, vai para R$ 4.98. “Temos que observar o preço que está sendo cobrado na cidade e fazer uma média. Vamos jogar 10 centavos para ficar na média e não assustar tanto os
clientes. Mesmo com 10 centavos de acréscimo, eles já reclamam porque é um aumento significativo”, observa Greizi.


Segundo a empresária, os preços do diesel, S-10 e etanol serão mantidos . Temor - Consumidores receiam que o aumento no preço da gasolina possa refletir também no preço do etanol, que ficou mais em conta com a queda que o produto teve com a pandemia do covid-19. Grande parte dos motoristas prefere abastecer com o biocombustível, que é mais barato e acaba compensando mais.


Outro temor da população é que possa haver também aumento no botijão de gás de cozinha. Atualmente, os depósitos em Alta Floresta vendem o botijão em uma média de R$ 105,00 a R$ 110,00. Mas com a possibilidade de aumento no valor do frete, a tendência é que o gás seja impactado com um reajuste de preço.


Banner whats nativa news

Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo