Destaques

06/10/2018 06:56 ALLAN PEREIRA Jornalista

TRE e Governo não irão baixar decreto e consumo de bebida alcoólica será permitida

Neste domingo (7), os eleitores mato-grossenses poderão consumir bebida alcoólica no dia da votação no Estado. Mas não no local de votação. Isto por que nem o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE/MT) nem o Governo vão baixar uma determinação chamada popularmente de "Lei Seca" no Estado neste ano.

Essa medida prevê o fechamento de estabelecimentos comerciais que fazem a venda de bebidas alcoólicas no dia do pleito. Contudo, o consumo privado e em suas residências é permitido.

Segundo o juiz eleitoral Lídio Modesto da Silva Filho, os locais de votação são considerados como lugares publicos. Portanto, pessoas não podem fazer o uso de bebidas alcoólicas nesses ambientes.

"Se tiver um cara embriagado na fila ou portando uma lata de cerveja, ele vai ser retirado do ambiente e detido por conta da importunação ao sossego público daquele local", disse.

Além de Mato Grosso, São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Distrito Federal liberaram o consumo no dia de votação.

Já Acre, Amazonas, Roraima, Amapá, Maranhão, Piauí, Ceará, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul baixaram um decreto com a Lei Seca e o consumo e venda serão proibidos.

Rondônia, Pará, Tocantins, Goiás, Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas, Sergipe, Bahia e Espirito Santo não definiram suas situações.

Inicialmente, a legislação eleitoral obrigava a proibição de consumo e comércio de bebidas alcoólicas em dias de votação em todo o território nacional. A determinação ia das 22h do dia anterior às eleições e ia até às 17h quando as urnas são fechadas para contagem dos votos.

Quem infringia a lei poderia pegar de três meses a um ano de prisão e pagamento de 10 a 20 dias-multa.

Contudo, o tempo flexibilizou a regra. A aplicação da medida é feita por cada estado ou município. E nem o TRE e nem o Governo, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), irão editar portarias neste sentido. Desde as duas últimas eleições gerais, a regra não vem sendo aplicada em Mato Grosso.

O juiz Lídio Modesto lembra também que não existe atualmente na legislação brasileira uma previsão legal para proibir venda de determinado produtos em dias de votação eleitoral.

A única lei que proíbe o consumo de bebida alcoólica é o Código Brasileiro de Trânsito. Nessa legislação é que está vedado o consumo deste tipo de bebida após pegar em um automóvel em todos os dias – e não só no período eleitoral.

O magistrado conta que as pessoas é que tem a responsabilidade de não ficarem alcoolizadas no dia de votação.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo