Destaques

12/06/2018 08:57

Gasolina fica ainda mais cara em Mato Grosso e litro passa de R$ 5 em Alta Floresta e Sorriso

A gasolina ficou ainda mais cara na última semana, em Mato Grosso. A constatação é da Agência Nacional (ANP), em relatório divulgado hoje. Após pesquisar 146 postos no Estado, entre os dias 3 e 9 de junho, o órgão verificou um preço médio de R$ 4,64, valor 1,08% maior que na semana anterior, quando foram pesquisados 16 estabelecimentos e constatado preço médio de R$ 4,59.

O levantamento da ANP revelou ainda que o preço pago pelo litro do combustível já passa de R$ 5, em algumas regiões do Estado. Em Alta Floresta, por exemplo o valor médio é de R$ 5,03 (0,8% maior que o encontrado na semana anterior, R$ 4,99). No entanto, os motoristas chegam a pagar R$ 5,08 no município (valor máximo encontrado pela agência).

Em Sinop, que teve 12 postos pesquisados, o preço do litro passou de uma média de R$ 4,38 para R$ 4,68. O menor valor encontrado na última semana foi R$ 4,49 e o maior, R$ 4,79. Em Cuiabá, onde a ANP verificou os preços de 73 estabelecimentos, o preço médio encontrado foi  de R$ 4,57. O mínimo registrado foi R$ 4,17 e o máximo R$ 4,84.

Em Sorriso, onde não foram pesquisados postos na última semana de maio, em razão da greve dos caminhoneiros, o valor médio encontrado na semana passada foi R$ 4,86. No município, alguns estabelecimentos também já estão cobrando acima de R$ 5. O valor máximo encontrado foi R$ 5,09 e o mínimo foi R$ 4,69.

Na semana passada, o governo federal informou que vai começar a regular a periodicidade dos reajustes dos combustíveis, que até então era livre, chegando a mudanças diárias, como as feitas pela Petrobras. A medida entrará em vigor em até 60 dias. A ANP iniciou, hoje, uma consulta pública para saber qual o período mínimo que refinarias e distribuidoras poderão reajustar os combustíveis.

A chamada Tomada Pública de Contribuições (TPC) será realizada até 2 de julho, ouvindo setores da União, de estados e municípios, a todo o mercado petrolífero, aos consumidores, ao segmento técnico e a todos interessados. Ao final do processo, a agência reguladora deverá elaborar uma resolução sobre o período mínimo para o repasse ao consumidor dos reajustes dos preços dos combustíveis


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo