Cultura

01/04/2021 17:52

HIV - Curta mato-grossense faz sucesso ao tocar na ferida do preconceito comleveza

_Em 14 horas, foram 620 visualizações e vídeo poderá ser visto até domingo, dia 04_

HIV não é coisa de gente promíscua. HIV não é mais sinônimo de morte. É possível conviver com vírus, sem manifestar os sintomas e manter a carga viral a níveis tão baixos que passam a ser indetectáveis, ou seja, pessoas que vivem com HIV passam a não transmitirem o vírus sexualmente. Estes são alguns dos aprendizados que o espectador vai encontrar no curta metragem “Antes do Mundo Acabar”, contemplado por meio do edital emergencial MT Nascentes da Secretaria de Estado de Cultura, na categoria de Culturas LGBTQI+, por meio da Lei Aldir Blanc.

 

Desde a estreia do curta na noite de quarta-feira (31.03), foram 700 visualizações em apenas 14 horas, o que é equivalente a duas sessões lotadas em salas de cinemas tradicionais. Se você quiser assistir tem que correr, pois ele vai sair do canal no domingo (04.04). Para assistir, clique em https://www.youtube.com/watch?v=gM4X_EvbbF0&t=2s

 

Tanto a fotografia, trilha sonora e o desempenho dos atores agradaram o público nos 23 minutos do curta. “Eu assisti e amei. Parabéns! Muito legal como você trata as vulnerabilidades socioeconômicas que perpassam a existência de muitas HIV. Assim como estamos vendo na Covid-19, na vivência com HIV, estamos todos no mesmo mar, mas não no mesmo barco”, disse Luiz Gustavo Arruda, no comentário no canal do Youtube.

 

Quem assistiu, tem encaminhado o link para mais amigos, pois o curta levanta debates sobre o preconceito entre o próprio público LGBTQI+, a cultura drag, e claro, o desconhecimento sobre o HIV e de que é possível conviver com o vírus tendo uma vida sadia, trabalhando, tendo sonhos, contudo, é um aprendizado os que não têm HIV e precisam também buscar conhecimento sobre o tema.

 

Há um consenso crescente entre cientistas de que pessoas com carga viral indetectável em seu sangue não transmitem o vírus sexualmente. O tratamento do HIV por meio dos antirretrovirais ajuda na diminuição das chances de transmissão, além de evitar que a pessoa desenvolva a Aids. A diferença entre as duas doenças é quando uma pessoa convive com o vírus sem desenvolver sintomas e a Aids é o estágio avançado da infecção.

 

Para o idealizador do projeto Lucas Lemos a repercussão do curta tem sido uma grata surpresa. “A gente não imaginava tamanha repercussão. Nos da equipa AMA, junto da Salve Filmes e todos os artistas envolvidos estamos em festa. É em nome de todas e todos que fizeram parte disso que agradeço e convido ao público a ficar de olhos nos passos de Antes do Mundo Acabar, porque esse é só o começo da caminhada.”

 

*Sinopse*

 

O filme conta a história de Pedro, um adolescente periférico, que vive com a HIV, gordo e fã de Rita Von Hunty, por isso, sonha em ter um canal no YouTube nos moldes de Tempero Drag para discutir questões sociais, gênero e LGTQI+, contudo, esbarra na limitação financeira para filmar e produzir. Ele conta com a ajuda do casal o maquiador Geovane e músico Ricardo, de classe média, para que ajudá-lo na realização do sonho.

 

Em meio à pandemia da Covid-19, os amigos ficam receosos a princípio, mas decidem que vão ajudar e que seria melhor Pedro ir para casa deles durante um período de 15 dias, assim, todos se cuidariam juntos, caso pegassem o vírus e não ofereceriam riscos a outras pessoas. No decorrer desse processo de criação, começa a surgir um clima de muita parceria entre os três e uma possível paixão entre o casal e o amigo, que é atravessada pelos vírus e inseguranças de todo adolescente.

 

*Para quem quer ficar por dentro da produção, o curta está nas redes sociais:

INSTAGRAM: @antesdomundoacabarcurta https://www.instagram.com/antesdomundoacabarcurta/

Facebook: https://www.facebook.com/antesdomundoacabarcurta*

 

*Ficha Técnica*

 

Realização: Salve Filmes

Atores: Lucas Fortes (Pedro); Eros Sgorlon (Geovane) ; e Caio Augusto Ribeiro (Ricardo).

Figuração: Rafael Versalli (Entregador de Água)

Direção, Produção Executiva e Roteiro: Lucas Lemos

Produção: Isabelle Fanaia

Assistente de Produção: Emília Top’Tiro

Diretores de Fotografia: João Pedro Régis e Jorge Queiroz

Operador de Câmera: Jorge Queiroz

Operador de Osmo: João Pedro Régis

Iluminação: João Pedro Régis

1º Assistente de Câmera: Gabriel Lenz

Logger: Isabelle Fanaia

Diretor de Som: Bruno Taveira

1º Assistente de Áudio: Isabella Betina

Mixagem: Bruno Taveira e Isabella Betina

Masterização: Gabriel Lenz

Diretora de Arte: Ana Carolina de Mello

Figurino: Ana Carolina de Mello

Maquiagem: Eros Sgorlon

Edição: Sophia Cardoso

Assessoria de Imprensa: Débora Siqueira

Planejamento de Marketing: Lucas Lemos.

Media: Lucas Lemos / Construindo Universos


Banner whats nativa news

Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo