Cidade

03/10/2018 05:14 Assessoria

Dono de algodoeira em MT é preso por furtar energia suficiente para alimentar cidade por dois meses

Operação conjunta realizada pela Energisa Mato Grosso, Politec e Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso resultou na autuação e prisão do proprietário de uma algodoeira em Primavera do Leste por furto qualificado de energia elétrica. A empresa estava com a rede elétrica ligada diretamente na rede de distribuição e furtando aproximadamente 720 MWh de energia, total suficiente para abastecer uma cidade no porte de São Pedro da Cipa por dois meses.

O gerente também foi conduzido pela Polícia Civil para esclarecimentos. Pelos cálculos da Energisa, o total furtado representa uma fatura em torno de R$ 430 mil, sendo que R$ 117 mil seria de arrecadação de ICMS ao Estado. A operação aconteceu na manhã de hoje (02).

Além da responder criminalmente, o responsável terá que pagar todo o consumo desviado desde a data em que fez a ligação direta. Sidney Tavares, gerente de Combate à Perdas da Energisa Mato Grosso, conta que a distribuidora já estava monitorando a algodoeira por meio de um trabalho prévio de inteligência. “No local, confirmamos que a unidade consumidora da algodoeira estava desligada no sistema da Energisa desde novembro de 2017, porém, estava consumindo energia normalmente, sem que fosse registrado ou faturado corretamente”, relata Sidney.

O delegado Regional de Primavera do Leste, Rafael Fossari, pontua que o furto de energia é crime e que dependendo do caso, ainda pode ser considerado qualificado, que é inafiançável. “É importante que as pessoas tenha clareza de que esse tipo furto não ficará impune. A Polícia Civil, em parceria com a Energisa e Politec tem feito um trabalho rigoroso para combater estes crimes”.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo