Cidade

10/05/2018 16:12

Colíder: STJ cassa liminar que obrigava 100% de supressão vegetal em área inundada de usina

O Superior Tribunal de Justiça cassou ontem a liminar que obrigava a Copel a suprimir 100% da vegetação da área inundada do reservatório da Usina de Colíder.

A decisão do STJ além de resguardar o interesse público envolvido na necessidade de geração de energia para atendimento da sociedade, vai poupar à estatal custos estimados e não previstos de cerca de R$ 150 milhões, pouco mais de seis por cento do orçamento da obra, para os trabalhos de limpeza e retirada de toda a vegetação . As obras na usina já foram retomadas.

A Copel Geração e Transmissão comemora a suspensão da liminar que foi amparada por estudos técnicos que apontam ser desnecessária a supressão total da vegetação na área do reservatório.

Segundo os estudos da subsidiária, 50% da retirada já atenderiam os requisitos ambientais, os 70% determinados pelo Órgão Ambiental e que estavam sendo cumpridos, já previam uma proteção ambiental maior . "Além de elevar os custos, essa decisão atrasaria ainda mais o cronograma da obra que já foi prejudicada por greves, descobertas arqueológicas e até outras questões ambientais", explica Sérgio Luiz Lamy, diretor presidente da Copel GeT. 

A Usina de Colíder tem expectativa de entrar em geração no início de 2017.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo