Cidade

10/05/2018 16:12

Colíder: STJ cassa liminar que obrigava 100% de supressão vegetal em área inundada de usina

O Superior Tribunal de Justiça cassou ontem a liminar que obrigava a Copel a suprimir 100% da vegetação da área inundada do reservatório da Usina de Colíder.

A decisão do STJ além de resguardar o interesse público envolvido na necessidade de geração de energia para atendimento da sociedade, vai poupar à estatal custos estimados e não previstos de cerca de R$ 150 milhões, pouco mais de seis por cento do orçamento da obra, para os trabalhos de limpeza e retirada de toda a vegetação . As obras na usina já foram retomadas.

A Copel Geração e Transmissão comemora a suspensão da liminar que foi amparada por estudos técnicos que apontam ser desnecessária a supressão total da vegetação na área do reservatório.

Segundo os estudos da subsidiária, 50% da retirada já atenderiam os requisitos ambientais, os 70% determinados pelo Órgão Ambiental e que estavam sendo cumpridos, já previam uma proteção ambiental maior . "Além de elevar os custos, essa decisão atrasaria ainda mais o cronograma da obra que já foi prejudicada por greves, descobertas arqueológicas e até outras questões ambientais", explica Sérgio Luiz Lamy, diretor presidente da Copel GeT. 

A Usina de Colíder tem expectativa de entrar em geração no início de 2017.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados a Gund e Caldas LTDA ME - Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo