Brasil

10/05/2019 08:49 Agência O Globo

Comida, gasolina e remédios mais caros: inflação de abril é a maior desde 2016

Influenciado pelo aumento nos preços dos alimentos, combustíveis e remédios, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial do Brasil, ficou em 0,57% em abril, de acordo com informações divulgadas nesta sexta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Esse é o maior valor para um mês de abril desde 2016, quando a taxa ficou em 0,61%. Juntos, os grupos de alimentação e bebidas, transportes e saúde e cuidados pessoais, que mais apresentaram alta nos preços, foram responsáveis por 89,5% do valor da inflação do mês.

Confira:

  • Transportes: +0,94% 
  • Alimentação e Bebidas: +0,63% 
  • Saúde e Cuidados Pessoais: +1,51% 
  • Habitação: +0,24% 
  • Vestuário: +0,18%
  • Despesas Pessoais: +0,17%  
  • Educação: +0,09%
  • Comunicação: +0,03% 
  • Artigos de Residência: -0,24%

J"Juntos, os três maiores grupos tem impactos de 0,16 ponto percentual (p.p.), 0,17 p.p. e 0,18 p.p., respectivamente", destacou o IBGE. Individualmente, os maiores aumentos nos preços foram com a gasolina, que subiu 2,66% e os remédios, 2,25%, que sofreram aumento no fim de março .

Apesar disso, a inflação de abril é menor do que a registrada em março, quando estava em 0,75%. No acumulado em 12 meses, o  IPCA atingiu 4,94%. Esse resultado é o mais alto desde janeiro de 2017, quando a inflação acelerou 5,35%.

 


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo