Brasil

27/06/2018 17:22 R7

Brasil vence a Sérvia por 2 a 0 e pega o México nas oitavas da Copa

O Brasil venceu a Sérvia por 2 a 0 nesta quarta-feira (27), na Arena Spartak, em Moscou, em jogo que definiu os classificados do Grupo E da Copa. O volante Paulinho e o zagueiro Thiago Silva marcaram os gols que colocaram a seleção brasileira nas oitavas de final do Mundial.

Com a vitória, o Brasil se classificou em primeiro lugar da chave e enfrenta o México, segundo colocado do Grupo F, na segunda-feira, às 11 horas (horário de Brasília), em Samara.

O jogo

O Brasil começou em cima da Sérvia nos primeiros movimentos da partida na Arena Spartak, em Moscou. E Neymar, o craque do time, procurava ser o grande armador das jogadas da seleção, demonstrando estar em uma noite inspirada na capital russa. 

Aos 2 minutos, o camisa 10 do Brasil arrancou da intermediária, fez fila na defesa da Sérvia e tocou de lado para Philippe Coutinho, que disparou para o gol. A bola bateu em Gabriel Jesus, que estava impedido, e o árbitro iraniano Alireza Faghani invalidou o lance.

Dois minutos mais tarde, Coutinho dominou no meio de campo e tocou para Neymar, que passou para Gabriel Jesus. O atacante bateu na saída do goleiro sérvio, mas Stojkovic defendeu, no rebote, Neymar errou o alvo. Porém, foi outro lance no qual a arbitragem assinalou impedimento (de Gabriel Jesus, na origem da jogada).

A Sérvia tentou a primeira jogada somente aos 7 minutos. Porém, a bola foi cruzada da direita e a zaga brasileira afastou bem. Logo após o lance, o lateral-esquerdo Marcelo sentiu uma lesão.

O camisa 12 brasileiro deixou o gramado chorando e foi substituído por Felipe Luis. Foi um golpe inesperado para o técnico Tite e o time brasileiro. Mais tarde, a CBF informou que o lateral brasileiro teve um espasmo na coluna ao tentar uma arrancada.

Os sérvios tentavam as jogadas aéreas para aproveitar a altura de seus jogadores, como o atacante Mitrovic, que ganhava dos brasileiros nos cruzamentos, como ocorreu aos 15 minutos, levando perigo para o gol de Alisson.

O Brasil voltou ao ataque em uma jogada de Paulinho pela direita. O volante foi à linha de fundo e cruzou, mas o lateral Kolarov, que atua na Roma, da Itália, jogou para escanteio. Na cobrança, os brasileiros perderam a chance de criar uma boa jogada e a bola foi afastada pelos sérvios.

A primeira boa aparição do goleiro Alisson foi aos 21 minutos, quando o brasileiro teve que subir entre os sérvios para afastar a bola depois de uma cobrança de escanteio. Foi um momento que assustou a torcida brasileira.

Apesar de ter um certo domínio da bola — 55% a 45% de posse de bola por volta dos 25 minutos —, o Brasil não conseguia levar grande perigo ao gol de Stojkovic. Gabriel Jesus não estava bem em campo e Coutinho também não conseguia ser o mesmo jogador das duas primeiras partidas (Suíça e Costa Rica).

Só mesmo Neymar estava ligado no jogo. Depois de mais um erro de Gabriel Jesus ao tentar passar pela defesa da Sérvia, ele aproveitou o rebote e, quase sem ângulo, bateu para o gol de Stojkovic, que conseguiu desviar. Gabriel Jesus sofreu um pisão no pé esquerdo, mas recebeu atendimento e voltou para o jogo.

Os jogadores da Sérvia não estavam aliviando nas disputas de bola. Aos 29, Kolarov pisou no pé direito do meia Willian, que ficou caído. No entanto, o brasileiro se recuperou rapidamente.

Na sequência do lance, Gabriel Jesus recebeu um belo passe de Neymar, invadiu a área, cortou o zagueiro e bateu, mas a bola desviou em outro defensor adversário e saiu pela linha de fundo. Por pouco o Brasil não abriu o placar em Moscou.

Aos 31 minutos, Neymar disparou pela esquerda naquilo que seria um contra-ataque perigoso pela ponta-esquerda do campo, mas foi derrubado por Lajlic ao lado da linha lateral. O jogador sérvio foi advertido com o cartão amarelo pela entrada faltosa no brasileiro.

O Brasil não fazia uma grande apresentação. No entanto, aos 36 minutos, o talento de Coutinho fez a diferença. O meia encontrou Paulinho correndo livre pelo meio de campo e fez um grande lançamento. O volante do Barcelona esticou a perna direita e tocou por cobertura para fazer o primeiro gol brasileiro.

Nos minutos finais da primeira etapa, depois de abrir o gol, a seleção brasileira tentou administrar melhor o jogo, enquanto os sérvios continuavam buscando as bolas aéreas para surpreender.

Antes do apito final, Neymar ainda teve tempo para dominar no bico esquerdo da área e bater colocado. A bola passou muito perto da trave superior do goleiro sérvio.

Mais 45 minutos para a classificação

O Brasil retornou do vestiário um pouco mais recuado nos primeiros minutos e o jogo ficou mais concentrado no meio de campo. Aos 2 minutos, Matic entrou duro em Gabriel Jesus e levou o cartão amarelo.

Os sérvios tiveram uma boa descida aos 8 minutos. A equipe avançou pela direita, Ljajic recebeu dentro da área, mas se atrapalhou e perdeu o lance.

Neymar recebeu outro grande lançamento de Coutinho, aos 12 minutos, dominou pela esquerda e entrou na área, mas foi travado ao tentar bater para o gol. Foi o primeiro bom ataque brasileiro na segunda etapa.

Aos 15 minutos, a defesa brasileira falhou e a Sérvia quse chegou ao empate. Miranda e Felipe Luis deixaram a bola ser cruzada pela direita do ataque. O goleiro Alisson saiu e cortou de soco para o meio da área. A bola sobrou na cabeça de Mitrovic, mas o zagueiro Thiago Silva salvou o Brasil.

Os sérvios se animaram e passaram a pressionar a seleção nos minutos seguintes, mas sem eficiência. O centroavante Mitrovic ainda subiu de cabeça, ganhou do baixinho lateral-direito Fágner e testou para o gol, mas Alisson fez boa defesa.

Após cerca de cinco minutos de sufoco, o técnico Tite resolveu mexer na equipe e, aparentemente, para acertar a marcação brasileira. O treinador sentiu um momento de instabilidade da equipe, tirou Paulinho do jogo e colocou no lugar dele Fernandinho, um volante com caracaterísticas mais defensivas.

Porém, aos 22 minutos, Neymar bateu escanteio, Miranda fez a parede e Thiago Silva cabeceou para marcar o segundo gol e dar mais tranquilidade ao Brasil na partida. Os sérvios reclamaram de uma falta de Miranda sobre o Mitrovic, que ajudava a defesa no escanteio, mas a arbitragem validou o lance.

O Brasil recuperou a confiança e voltou ao ataque. Aos 26 minutos, Felipe Luis arriscou de fora da área e obrigou o goleiro da Sérvia a espalmar a bola para afastar o perigo. A bola voltou para o meio da área, mas nenhum brasileiro conseguiu aproveitar o rebote.

Aos 38 minutos, Neymar aproveitou um rebote na área e tentou bater de sem-pulo. A bola subiu demais, mas levou perigo ao gol de Stojkovic. Minutos depois, Neymar tentou dar um chapéu no goleiro na entrada pequena área, mas Stojkovic foi mais esperto e tirou a bola do brasileiro.

O camisa 10 ainda tabelou com Gabriel Jesus e invadiu a área, mas foi parado na saída do goleiro da Sérvia.

A Sérvia tentou apertar nos minutos finais, mas a zaga brasileira segurou bem as investidas adversárias. O time procurou tocar a bola, garantiu a vitória que aliviou a torcida brasileira e colocou o país nas oitavas de final da Copa do Mundo.

Ficha técnica
27/6 - Arena Spartak (Moscou)
SÉRVIA 0 x 2 BRASIL
Árbitro: Alireza Faghani (Irã); Público: 44 190; Gols: Paulinho 36 do 1º; Thiago Silva 23 do 2º; Cartões amarelos: Matic. Ljajic e Mitrovic (Sérvia)
SÉRVIA: Stojkovci, Rukavina, Milenkovic, Veljkovic e Kolarov; Matic, Sergej, Tadic, Ljajic (Zivkovic 30 do 2º) e Kostic (Radonjic 36 do 2º); Mitrovic (Jovic 44 do 2º). Técnico: Mladen Krstajic
BRASIL: Alisson, Fágner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo (Filipe Luís 10 do 1º); Casemiro, Paulinho (Fernandinho 21 do 2º), Willian, Philippe Coutinho (Renato Augusto 34 do 2º) e Neymar; Gabriel Jesus. Técnico: Tite 


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo