Agronegócios

23/02/2021 16:52 G1MT

Produtores de soja de MT pagam 9% mais caro pelo frete para escoar a produção neste ano

Preço do frete e excesso de chuva impactam colheita e transporte da safra no estado.

Os produtores de soja enfrentam problemas com o frete, que está até 9% mais caro em Mato Grosso. Além disso, ainda correm contra o tempo para terminar a colheita que está atrasada por causa da chuva.

No campo os produtores estão com algumas preocupações com relação à safra da soja. A colheita avançou sobre mais de um terço das lavouras até agora

Na última semana de fevereiro, ainda tem muita lavoura para ser colhida. 

Os dias chuvosos atrapalham a colheita e os grãos ficam úmidos e as maquinas paradas.

“Estamos com um atraso muito grande no município de Sorriso, Verão e entorno. Esperamos que o sol ajude nessa semana e tire a soja seca. Está no ponto de colheita, mas se der mais dois ou três dias de chuva começa a complicar bastante. O produtor está apreensivo”, disse Silvano Filipetto, presidente do Sindicato Rural de Sorriso.

A semana começou com sol e as máquinas foram para o campo, no entanto, há previsão de chuva.

O escoamento precisa ser rápido e a procura por caminhões é muito alta. A oferta de veículos fica restrita, o que faz subir o frete.

Segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), a regulação entre a oferta e demanda fez o frete subir de 2 a 9% no estado. Em algumas rotas, como a BR-163, uma das principais, o frete chega a R$ 163 por tonelada.


Banner whats nativa news

Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site Go7
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo