Agronegócios

18/09/2019 05:54 Natielly Santos Jornalista | Auxiliar de Comunicação

Arábia Saudita autoriza importação de frutas, castanhas e ovosprodutos do Brasil

Após reuniões com representantes sauditas, a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, e a comitiva do MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) fecharam acordos de exportação de castanhas, frutas (mangas, goiabas, etc.) e ovosprodutos para a Arábia Saudita. Os acordos são resultados da missão que a ministra e os empresários brasileiros estão fazendo desde a semana passada no Oriente Médio.

 

O diretor-executivo da Cdial Halal e um dos participantes da comitiva, Ali Saifi, conta que, somados, esses produtos têm um potencial de mercado superior a US$ 2 bilhões. “A Arábia Saudita já é uma grande importadora de frango e carne bovina do Brasil. Sem contar a soja, o milho, o café e o açúcar refinado, que são produtos com exportação muito expressiva para este país. É um mercado que se mostra aberto para adquirir os alimentos que temos a oferecer. Com uma boa articulação dos setores envolvidos, as aberturas de mercado são possíveis”, comenta Saifi.

 

Um dos encontros dos quais a ministra e a comitiva participaram foi promovido pela Câmara de Comércio e Indústria Saudita - https://csc.org.sa/ 

Nele, a ministra comentou sobre as perspectivas de negócios no Brasil e destacou que 80% das exportações brasileiras para a Arábia Saudita, no ano passado, foram produtos agrícolas.

Para Ali, “o Brasil tem condições de produzir alimentos em quantidade suficiente para atender a demanda global e, para isso, precisa de investimentos internacionais em diversas áreas, como transporte e logística. A Arábia Saudita e o Brasil podem trabalhar em conjunto neste quesito, visto que o país árabe é um grande investidor mundial”, declara Saifi.

 

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, as exportações de produtos agropecuários para a Arábia Saudita, em 2018, renderam US$ 1,696 bilhão; mais de 2,959 milhões de toneladas. 47,4% do valor vendido veio das exportações de carne de frango (US$ 804 milhões e 486 mil toneladas).

A agenda na Arábia Saudita foi encerrada hoje. A comitiva já se encontra no Kuwait e, na próxima quinta-feira (19/9), irá para os Emirados Árabes.


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

248x90

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo