Agronegócios

29/05/2016 16:53

“Preciosa” vence no 19ª edição do Torneio Balde de Ouro

Uma disputa que entrou em sua 19ª edição em 2016, e que foi acirrada entre 26 animais, que chegaram ao Parque de Exposições na tarde do dia 23, foi registrada no Torneio Balde de Ouro. Foram quatro dias de ordenha e pesagem do leite para que chegassem ao resultado final.

As três primeiras colocadas na categoria vaca foram a Preciosa, que rendeu 38,700 kg/dia, de acordo com o dono do animal, o produtor Vinícius Pedro, ela já possui uma certa experiência com a competição.

A segunda colocada foi a vaca Marola, com 38,550 kg/dia de leite, motivo de orgulho para o seu dono, Jeferson Batista. A terceira colocada foi a vaca Pérola, que rendeu 36, 350 kg/dia, do produtor Jair Batista. Ambas as vacas da raça Girolanda.

As novilhas também participaram da competição, entendendo como novilha, aquelas que deram a primeira cria e são levadas ao Torneio. A terceira colocada, Fronteira, do produtor Leonardo Lourenço, rendeu um total de 32,600 kg/dia. A segunda colocada foi a Revista, do produtor Agostinho Oliveira, ela rendeu 34,150 kg/dia. E a primeira colocada foi motivo de festa e brincadeiras no recinto. A Canela rendeu 34,200 kg/dia, levar a motocicleta para casa foi comemorado pelo persistente dono do animal, Rodinei Beitum.

Com uma premiação diversificada, e focada no produtor, o presidente da comissão organizadora, Jair Batista, se despede dos participantes, depois de 14 anos à frente do torneio Balde de Ouro, ele deixa a presidência e fala da satisfação de ter feito parte da organização, e afirma que, como produtor, continua nas competições.

O Torneio Balde de Ouro acontece anualmente dentro das comemorações da Exposição e Feira Agropecuária, Comercial e Industrial de Alta Floresta, em sua 19ª edição, uma evolução é notada e comentada pelo Sindicato Rural. “A primeira competição envolvendo as novilhas, elas nem deram leite, e hoje já foram mais de quilos por dia, é uma evolução na competição, e quem ganha é sempre o produtor”, pontuou Chico Gamba, vice-presidente do Sindicato Rural.

O leite é pesado para evitar divergências e diferenças entre ml perdido na troca de recipientes. E para encerrar oficialmente o evento, o tradicional banho de leite foi dado aos ganhadores.

Fonte: Eliza Gund/Nativa News


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados a Gund e Caldas LTDA ME - Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo