Agronegócios

29/05/2016 16:53

“Preciosa” vence no 19ª edição do Torneio Balde de Ouro

Uma disputa que entrou em sua 19ª edição em 2016, e que foi acirrada entre 26 animais, que chegaram ao Parque de Exposições na tarde do dia 23, foi registrada no Torneio Balde de Ouro. Foram quatro dias de ordenha e pesagem do leite para que chegassem ao resultado final.

As três primeiras colocadas na categoria vaca foram a Preciosa, que rendeu 38,700 kg/dia, de acordo com o dono do animal, o produtor Vinícius Pedro, ela já possui uma certa experiência com a competição.

A segunda colocada foi a vaca Marola, com 38,550 kg/dia de leite, motivo de orgulho para o seu dono, Jeferson Batista. A terceira colocada foi a vaca Pérola, que rendeu 36, 350 kg/dia, do produtor Jair Batista. Ambas as vacas da raça Girolanda.

As novilhas também participaram da competição, entendendo como novilha, aquelas que deram a primeira cria e são levadas ao Torneio. A terceira colocada, Fronteira, do produtor Leonardo Lourenço, rendeu um total de 32,600 kg/dia. A segunda colocada foi a Revista, do produtor Agostinho Oliveira, ela rendeu 34,150 kg/dia. E a primeira colocada foi motivo de festa e brincadeiras no recinto. A Canela rendeu 34,200 kg/dia, levar a motocicleta para casa foi comemorado pelo persistente dono do animal, Rodinei Beitum.

Com uma premiação diversificada, e focada no produtor, o presidente da comissão organizadora, Jair Batista, se despede dos participantes, depois de 14 anos à frente do torneio Balde de Ouro, ele deixa a presidência e fala da satisfação de ter feito parte da organização, e afirma que, como produtor, continua nas competições.

O Torneio Balde de Ouro acontece anualmente dentro das comemorações da Exposição e Feira Agropecuária, Comercial e Industrial de Alta Floresta, em sua 19ª edição, uma evolução é notada e comentada pelo Sindicato Rural. “A primeira competição envolvendo as novilhas, elas nem deram leite, e hoje já foram mais de quilos por dia, é uma evolução na competição, e quem ganha é sempre o produtor”, pontuou Chico Gamba, vice-presidente do Sindicato Rural.

O leite é pesado para evitar divergências e diferenças entre ml perdido na troca de recipientes. E para encerrar oficialmente o evento, o tradicional banho de leite foi dado aos ganhadores.

Fonte: Eliza Gund/Nativa News


Nativa News

Jose Lucio Junqueira Caldas
Alta Floresta - MT
Fone (66) 9.8412-9214
nativanews@hotmail.com

Redes Sociais

Todos os direitos reservados ao Site Nativa News
Qualquer material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo